terça-feira, abril 18, 2006

Poema de um crente!


Vais na vida andando
-nos dizeres teus-
falando, negando,
Que existe Deus!
E lá vais dizendo
Que o não vês, não sentes...
Não vês que, não vendo,
A ti próprio mentes?

Já viste a beleza
Que o inverno teve
na alva leveza
do cair da neve?

Ouviste algum dia
Ao nascer do Sol
O canto, a alegria
D'algum rouxinol?

Já ouviste o vento
Nas folhas tocar
E no seu lamento
traz ao pensamento
música elementar?

Já viste o sorriso
D'indizível esperança
Desenhado, preciso,
Em rosto de criança?

Já viste algum dia
Lá na serrania
Nos mais altos cumes
Ou nos largos prados
Os tons colorados,
Os doces perfumes,
Os milhões de cores
De múltiplas flores
Qu'alegram a alma
E na manhã calma
Suscitam amores?

Se não viste, és cego!
Não ouviste? És surdo!
Que Deus Ouve-se, Observa-se...
Pois está em nós...E em tudo!

7 Comments:

Blogger Alexandre Sousa said...

Venho solenemente anunciar que vai sair no próximo mês de Maio o meu primeiro livro.. CUMPLICIDADES é o seu titulo.

12:50 da tarde  
Blogger Menina_marota said...

"...Se não viste, és cego!
Não ouviste? És surdo!
Que Deus Ouve-se, Observa-se...
Pois está em nós...E em tudo!"

... que mais posso acrescentar, que já não tenha sido dito?
Admirável este Poema.
Um abraço e bom feriado ;)

10:39 da manhã  
Blogger Poesia Portuguesa said...

Assino por baixo da Menina Marota.

"..Já viste o sorriso
D'indizível esperança
Desenhado, preciso,
Em rosto de criança?"

Deixo-te o meu abraço e o meu sorriso ;)

10:41 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Looking for information and found it at this great site...
» »

9:12 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. anal fisting Buy phentermine now cheapest Japan singapore california search engine optimization Cheap phone calls lan lines basketball game with autistic boy Effects of phentermine mixed with phendimetrazine Hot santa hardcore Decks patios driveways delmar iowa santa marinella leather double strap shoulder bag car rentals Buy viagra cheap worldwide delivery

1:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. film editing schools

7:44 da tarde  
Blogger Tani said...

amei o seu poema...
e através das brincadeiras
com as letras q vão surgindo
as palavras e delas o valor das orações...surge em nós a fé...que por mil razões o mundo está perdendo...mas graças a Deus
Ele suscita no meio de nós pessoas que falam da sua existência...

10:34 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home